Blog

Notícias e Campanhas

Óleo dos travões: quando deve ser mudado

Quando deve mudar o óleo dos travões do seu carro.

“Os condutores raramente se preocupam com o líquido dos travões, mas a verdade é que, quando este líquido não está nas melhores condições pode mesmo colocar em risco a segurança.

O mau estado dos travões é, na sua maioria, denunciado por ligeiros sinais provenientes do pedal, que normalmente nos “apontam” o caminho da oficina mais próxima. Todavia, para a maioria dos automobilistas, a grande dificuldade é mesmo saber identificar estes problemas a tempo e horas de evitar o desgaste de alguns componentes do sistema de travagem.

Todos sabemos que quando pisamos o pedal do travão e ouvimos um estranho chiar ou um estremecer debaixo do pé, a coisa não está famosa. Normalmente, associamos este “aviso” a pastilhas gastas, mas existem outros problemas que podem ser igualmente complexos, como o óleo dos travões em mau estado.

Mude o óleo dos travões de 2 em 2 anos

É verdade que a melhor qualidade dos fluidos assegura uma longevidade cada vez maior em boas condições de funcionamento. E grande parte dos principais fabricantes automóveis garantem que o aumento significativo dos intervalos das trocas do óleo do sistema de travagem não significa risco para a segurança, embora a maioria dos profissionais do setor automóvel aponte que o óleo dos travões deve ser mudado a cada dois anos (mesmo que o seu automóvel não seja um verdadeiro papa-quilómetros).

Segundo os mesmos profissionais é recomendável fazê-lo mesmo que o seu carro circule pouco, pois mesmo parado o líquido vai perdendo qualidades e a sua degradação é inevitável. Na oficina vão explicar-lhe que, quando novo, em condições ótimas, cerca de 0,3 por cento do peso do fluídos dos travões é água. Passados mais ou menos dois anos, esta relação passa a ser de três por cento. Com tanta quantidade de água infiltrada, o ponto de ebulição do fluído baixa assustadoramente, podendo mesmo ferver, fazendo com que o carro simplesmente deixe de travar.

Ou seja, segundo os técnicos, “pendurar-se” no pedal do travão não servirá de muito se existirem bolhas de vapor no sistema de travagem… De qualquer forma, se não está confortável com a abordagem mais otimista dos fabricantes de automóveis, mas ao mesmo tempo acha exagerada a versão de alguns mecânicos que defendem um prazo médio de 24 meses entre cada visita à oficina para trocar os fluidos dos travões, importa saber que, em qualquer centro técnico razoavelmente apetrechado, pode fazer o teste à qualidade desse óleo. Não demora mais de 5 minutos!

Verifique regularmente o nível do óleo dos travões

Sobretudo nos meses de verão, as temperaturas altas recomendam a verificação do nível do líquido antes e após viagens longas até aos destinos de férias ou de utilizações mais intensas, seja por sinuosas estradas de montanha ou mesmo em utilizações mais desportivas. Isto independentemente da data da última substituição de óleo. Se o nível estiver abaixo do limite mínimo, não basta voltar a encher o reservatório até à medida indicada. O sistema de travagem é um circuito fechado, o que significa que havendo líquido em falta pode perfeitamente haver uma fuga, justificando uma visita urgente à oficina.”

https://kbb.sapo.pt/detalhes-noticia/oleo-dos-travoes-quando-deve-ser-mudado/?ID=398

Back to top